sábado, janeiro 08, 2005

The Invisible Girl

Por este andar quando chegar ao Bauhaus aquilo já fechou...

Ainda tenho tempo para postar isto. Não tinha reparado que o zapping depois do filme tinha morrido na SIC Mulher... de repente, por entre o barulho do vaporisador de Minotaure e das chaves já a tilintar no bolso, ouvi uma música fantastica, uma voz feminina... cheguei lá a tempo de ver o nome da musica, uma pesquisa rápida e toma lá... parece que amanhã vou à FNAC



Invisible Girl



you know what I'm thinking

here in this same thought

so strong you're resisting

some parts here, some not

our moon is liquid light

stones and shadows

invisible girl,

he don't see you

might only feel you

'till the day he knows you and needs you

invisible girl

someday someone

between the satellites

that crowd the sky

these highways and headlamps

halos in glare

they are angels in transit

now they're leading me

receding into this thin air

our moon is here and gone

but I'm remaining

invisible girl

he don't see you

might only feel you

'till the day he knows you and needs you

invisible girl

someday someone

between the satellites

that crowd the sky

remember silently

we speak in volumes

all of this real to me

more than ever,

as ever

invisible girl

you shine so brightly

frequencies of rays

raining just out of sight here

Invisible here,

but you don't see me

just imagined light

imagining

.

3 passageiros clandestinos:

Anonymous Pecola chamou a hospedeira e disse:

Só pela letra já desperta a atenção. Quem é? (aka o meu Google está mais preguiçoso que o teu) Que pena não ter apanhado, agora a curiosidade instala.se, acomoda.se, cresce, e quase explode. :P Quem me manda estudar para o Mestrado e não ver tv nenhuma ontem? *coffffffffffffffff* :P

9:46 AM  
Anonymous Luis Gaspar chamou a hospedeira e disse:

Bairro alto, bairro alto. Olha, ontem fui a um sítio que vendia Sagres! E não era (nada) Português. Não sei se imaginei, mas o que é certo é que bebi. E nem gosto. Prefiro, como adivinhaste sabiamente, Super Bock. Se bem que um país onde a Grolsh já chegou não tem desculpas para beber tão mal. Isto tudo para te dizer que fiquei surpreendido com a tua referência ao orkut. Já lá não vou há muito tempo, mas tenho cadastro (soa suficientemente brasileiro?). Procura-me, procura-me...

6:45 PM  
Anonymous Invisible chamou a hospedeira e disse:

@PeCoLa: Fiz um comment no teu blog com o URL da interprete deste música, de qualquer forma, o titulo deste post é um link para um site dela :)

8:06 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit