terça-feira, setembro 14, 2004

Dois belissimos curtos!

Na semana passada, em várias dessas revistas pseudo-trendy dirigidas a leitores de classe-medíocre (com aspiração a classe burguesa), saíram vários artigos sobre a infidelidade…

Aparentemente está na moda “por os cornos”!

Pessoalmente não posso negar que já o fiz, várias vezes… Mas segundo esses artigos eu até sou um “homem moderno”, porque também já andei com cada parelha que até parecia um alce.

A minha posição em relação a infidelidade é tão pessoal (e evolutiva) que nem vou comentar.

Contudo enviaram-me uma anedota que ilustra muito bem o quanto a fidelidade do casal é hoje em dia uma coisa banalizada:



Um casal dormia profundamente numa cama

De repente, lá pelas três da manhã, a mulher acorda sobressaltada de um pesadelo e grita para o para o homem:

“- Aaaaaiiiiiii, Vem aí o marido!!!”

O tipo levanta-se todo atrapalhado, pega numas peças de roupa e meio estremunhado salta pela janela, aterrando em cima de cactos e arbustos no quintal.

Uns momentos depois volta ao quarto, cheio de arranhões, e diz furioso:

“-Tu estás parva, ou quê ??? Eu sou o teu marido!!!”



Achei particularmente graça por me lembrar de uma vez há muitos anos, em que também tive que saltar pela janela, depois pelo muro para o jardim da casa ao lado, de aterrar em cima de uma roseira e ser quase devorado por um lindo rafeiro…

Dessa vez o “enganado” não era o marido mas sim o Pai dela, um oficial da força aérea que já me tinha proibido de falar com a filha dele...

...já morreu, coitado.



0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit