quarta-feira, maio 07, 2008

Overwhelmed

Nunca uma palavra me custou tanto escrever: "Desisto".
Sim, desisto, eu desisto, desisto de lutar, de resistir e de tentar...
Desisto com a antecedência onde ainda podia resistir, podia lutar, continuar a tentar.
Mas não...
Desisto, torna-se cada vez mais insuportavel, tudo, em toda a parte, em todo o lado, a todo o momento, tudo à minha volta e tudo dentro de mim.
Eu desisto, mas não desisto de acreditar, e acreditar que nunca mais voltarei a desistir!
Mas por agora desisto, é o instínto de sobrevivência, rendo-me, entrego os pontos, vergo-me e quebro... Desisto...




...e se por acaso alguém tiver aí um remédio qualquer que me ponha em coma durante uns meses, agradeço!

3 passageiros clandestinos:

Anonymous Anônimo chamou a hospedeira e disse:

Boas,também gostei bastante do teu blog. Eu sou coordenador de marketing da Refriango, como tal o Dom Cacho também é um dos produtos da minha responsabilidade sim.

Um abraço,

Conde de Angola

9:09 PM  
Blogger Patita Feia chamou a hospedeira e disse:

Cuidado com o que desejas, Deus está lá em cima mas não dorme.
Que palavra tão feia!!!
*

5:38 PM  
Blogger Ana chamou a hospedeira e disse:

Obrigado por visitares o meu blog. Eu já conheço o teu, mas deixas-te de postar por uns tempos e eu também e prontos. Perdeu-se o "contacto". Olha eu quero esse remédio até dia 4 do mês que vem please..

Beijinhos*

12:24 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit