domingo, maio 04, 2008

Mamã

Já escrevi muito sobre a minha Mãe, muito que é tão pouco.
Hoje não posso passar o dia com a minha Mãe, sei que ela compreende, tal como compreendeu que não tenha passado o seu dia de anos com ela, em Abril.
Ela compreende, mas não sabe porquê, e eu não lhe consigo dizer...
Hoje lembrei-me deste post que escrevi há uns anos atrás noutro blog que tive. Gostei de o escrever, senti-o profundamente...
Pelo meio deste discurso, há 2 minutos, recebi um telefonema do meu Sobrinho Manel (ler post abaixo), que mora em Inglaterra mas veio passar o dia de hoje com a Mãe dele, a minha irmã Chris... A minha irmã que também é minha Madrinha.
Alguém disse um dia que "uma Mãe faz muita falta"...
Ora eu digo que quem não tem cão caça com gato, e vou passar o dia com a minha Madrinha.

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit