terça-feira, agosto 23, 2005

Interferência

Já há 3 semanas que não vinha a casa (este termo de "casa" começa a ser vago demais para o meu gosto)... A febre e o estado engripado que tenho vivido na última semana enfraqueceu-me bastante, ainda não estou 100% restablecido, mas já cá estou... Amanhã não sei se já vou estar bom, é uma lotaria, até posso ter uma recaida por já estar a abusar com cafézinhos na esplanada e cigarrinhos fumados até ao fim. Cheguei a casa tinha uma infestação de pulgas... imagine-se! É que com as férias as minhas irmãs levaram os 3 gatos e os 2 cães daqui para fora e as coitadinhas das pulgas despertaram dos milhares de ovos de pulga que imagino estejam espalhados pelo soalho como num campo minado e, ao nascerem entretiveram-se a saltitar pela casa até que algum organismo passasse por aqui para elas se mitrarem a ele... Amigo dos animais uma ova! Mas como o País está a arder um gajo tolera, e as imagens na TV e o fumo no ar provam-no... A frase do mês foi dita por alguém num noticiario desses que só falam e mostram a miséria alheia, onde esse alguém, pelo meio de críticas muito mal articuladas ao governo pela falta de meios para combate a incendios, perguntou ao ex-Ministro Paulo Portas porque é que os submarinos dele não vinham ajudar a apagar os fogos. Por mim, embora já tenha quebrado algumas vezes o meu propósito de não fazer comentário politico neste agastado blog, aproveito para acrescentar a um post antigo (onde reiterei a confiança depositada no Primeiro ministro) que cada vez mais me tenho que render à evidência que o meu voto de confiança se está a transformar num cheque careca... e aproveito para comentar também que aquela abécula do Ministro Toni Costa era muito mais competente enquanto membro da oposição do que como membro do Governo.
De resto, a foto que está ali em cima foi tirada algures numa estrada nacional no centro do país, por onde passei há uns mêses, mas só agora me lembrei de a postar aqui... não é alusiva a nada, nem vem a propósito, mas fica bem assim introduzida num post que já começa a evidenciar o quanto está a ser forçado...

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit