quarta-feira, novembro 03, 2004

The last of you

Lembrei-me que tinha a cassete do álbum novo dos Marillion esquecida no bolso do blusão. Coloquei-a nos headphones e deixei-me guiar pela música. A determinada altura, empurrado pela atenção que fazia para perceber a letra, senti a tensão emocional passar dos limites que consigo suportar e vi-me comovido com as minhas próprias palavras.

Uma primeira vaga de lágrimas golfou silênciosamente dos meus olhos. Ela estava a ler qualquer coisa e não reparou em mim, acho eu…

Continuei a escrever e a música continuou a tocar. Tive aquela sensação que se tem quando se ouve uma música que se gosta muito pela primeira vez mas que é uma sensação que nunca se volta a ter quando se ouve essa mesma música outra vez.

De vez em quando quebrava o peso do silêncio com o estalido mecânico dos botões do meu Walkman para rebobinar a cassete e ouvir outra vez determinadas passagens do álbum.

Tentava desesperadamente não chorar e mexia o corpo numa tentativa de esconder um ou outro suspiro com o ranger da cadeira.

Se aquela situação toda tinha multiplicado a intensidade da música, aquela música por si só multiplicou exponencialmente a intensidade da situação.

Ela aproximou-se de mim e perguntou se eu me estava a sentir bem. Ignorei-a com um acenar da cabeça.

Mais uma vez os Marillion cantavam o meu fado...

1 passageiros clandestinos:

Anonymous Carencro chamou a hospedeira e disse:

...as good as they come!

If you could peer far enough into the night sky, you'd see a star in any direction you looked.

When would you sleep?

whenever I'd be sleepy
this indicates a knowlege of ken and kith,
yur Interests are very provoking, valores of (Raçe, religion, nacionalityty, social class, political partiti interests, Desporta, etc…).as...happening, SO Rare, as Sid Caesar once Sang, without benefit of Sing Sing Training, ala Bird Man Assistance, that is french for Help, pronounced Ass-Sis Tawnce, heh heh, Cee amen a Gee Here just kennin in kenner

3:51 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit