sábado, março 07, 2009

A inutilidade dos ódios de estimação

"Aqueles que passam por nós,
não vão sós
e não nos deixam sós...
Deixam um pouco de si
e levam um pouco de nós.
"

O Pequeno Príncipe

3 passageiros clandestinos:

Blogger Borboleta chamou a hospedeira e disse:

Olá, passei para conhecer seu espaço, abraços.
Borboleta


GEOGRAFIA DA FOME

"Xiquexique, mucunã
Raiz de imbu e colé
Feijão brabo, catolé
Macambira, imbiratã
Do pau-pedra e caimã
A parreira e o murão
Maniçoba e gordião
Comendo isso todo dia
Incha e causa hidropsia
Foge, povo do setão"


"Marchemos a encarar
Trinta mil epidemias
Frialdade, hidropsia,
Que ninguém pode escapar.
Os que vão para o brejo vão
Morrem de epidemia
Sofrem fome todo dia
Os que ficam no sertão"

Josué de Castro

4:38 AM  
Anonymous Deusa chamou a hospedeira e disse:

O problema é que o que levam de ti, levam-no à dentada!

11:27 AM  
Blogger Piloto Automatico chamou a hospedeira e disse:

Borboleta: Já vsitei o teu blog, é assim tipo... Indigo.

Deusa: Gostei deste comentário.

12:28 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit