sexta-feira, dezembro 19, 2008

Porto de abrigo

Percorro os teus passos
À luz da calçada
Mal iluminada
Percorro a memória
Na beira do Rio
Num dia de frio
Percorro o caminho
Que já faz fiz contigo
Sem porto de abrigo
Percorro os teus passos
Piso o que sinto
E perco-me...

2 passageiros clandestinos:

Blogger nina chamou a hospedeira e disse:

Muito bonito F.
Bjo

1:51 PM  
Anonymous Deusa chamou a hospedeira e disse:

"Piso o que sinto" é uma noção muito potente. Tens noção que nem toda a gente é capaz de acompanhar sentimentos desta magnitude?

1:53 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit