quarta-feira, outubro 22, 2008

Ghostdancing

Hoje ví um Cayenne espetado na auto-estrada e lembrei-me do cenário da tatuagem do Steve McQueen. Na minha bola de cristal vi um "safari" desenquadrado nas Antilhas e um iman para o frigo... Deu-me vontade de rir, já começa a ser sintomático de um certo estado de espírito.
O vento forte à beira rio trouxe-me a memória de uma frase perdida no temporal, e ouvida cedo demais:
"J'ai envie de toi mon amour".
A intuição é brutal, como uma maldição, mudei a estação de rádio porque tudo tem remédio. Vôa, vôa...

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit