segunda-feira, outubro 13, 2008

Cesariana

Ao ouvir o ruído de fundo do noticiário da hora do almoço de um canal qualquer de televisão apanhei a seguinte pérola de Carlos César, candidato socialista às eleições para o Governo Regional dos Açores: “Francisco Louçã é um esquerdista da linha de Cascais, de colarinho branco, blá, blá, blá…” Ora sendo eu esquerdista por natureza e sendo da linha de Cascais (e não simpatizando particularmente com o Francisco Louçã), não deixei de me rever de algum modo nesse rótulo. Nesse caso será reciprocamente cabal achar que, por exemplo, Carlos César é um Socialista da linha de S. Miguel, cujo índice de retardo resultante da consanguinidade lhe afecta a capacidade de discernimento a respeito das pessoas da linha de Cascais.

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit