domingo, janeiro 30, 2005

Spot the difference!

Hoje fui ao cinema em casa, com pipocas caseiras (já consigo não queimar o tacho!!), sala às escuras e Dolby Surround Sound.

Vi o meu filme favorito BLADE RUNNER, que é provavelmente o único culto que cultivo. Sem dúvida o meu record de ver um filme, acredito já ter visto este filme mais de 100 vezes (Sim, mais de 100 vezes.)

"A questão se Deckard é um Replicant ou não tem suscitado mais controvérsia na Internet do que a existência de Deus". (Frase retirada de um dos meus vários livros sobre o filme Blade Runner).







Isto é a internet, a informação está no clic do rato. Os melhores sites que descobri sobre este filme estão aqui, aqui, aqui e aqui. Para mais informação é só procurar aqui.

A band sonora é de Vangelis e também se recomenda.



4 passageiros clandestinos:

Anonymous JM chamou a hospedeira e disse:

Isso é que é culto!

10:41 AM  
Anonymous Pecola chamou a hospedeira e disse:

Um amigo do Entroncamento, louquinho por filmes (até sabe o nome dos extras dos filmes, aqueles que um dia vieram a ficar famosos e tal), absolutamente venera esse filme. Confesso que nunca o vi, com muita pena minha. Mas também ainda vou a tempo. Se fosse dedicar todo o meu tempo ao imperdível.. Então não sobrava tempo para mim. =oX

12:15 PM  
Anonymous Nightwitx chamou a hospedeira e disse:

Era pequena (tinha 12 ou 13) quando vi o filme pela primeira vez. Não consigo bater o teu record (talvez só tenha visto o "The Doors" tanta vez mas isso é outra história) ;)
O meu pai também venera o filme, e concordo que o "Blade Runner" é um dos clássicos do cinema.
Talvez o primeiro Matrix tb um dia se torne num clássico, mas peca por pertencer a uma trilogia que sinceramente, deixou muito a desejar (é só a minha opinião, ok?).
Outra coisa, tens micro-ondas?
Já viste que existe uma coisa muito boa chamada - Pipocas de Micro-ondas?
Demora só 5 min e já está. Eu tou viciada :P

1:55 PM  
Anonymous Invisible chamou a hospedeira e disse:

O BLADE RUNNER (1982) é parte do curriculo de curso da Licenciatura "America Studies" nas Universidades Inglesas.
A versão dos cinemas tinha voice over (narrador participante) o que classificou o filme e muito bem na classe de "film noir".
Em 1992 o realizador (Ridley Scott - Alien, Gladiador, Hannibal, Cercados, Black Rain e tantos outros) lançou a versão "The Dirctor's cut", sem o narrador e com 2 cenas extra que alteram COMPLETAMENTE a génese do filme (daí toda a controversia).
A versão original lançada nos EUA (p/ maiores de 18) é ligeiramente diferente da versão lançada na Europa (p/ maiores de 13).
Existe no mercado em DVD a versão Director's Cut, mas a versão original não existe. (sou dos poucos sortudos a ter gravado da RTP em 198? a versão americana em VHS).
Segundo li ontem num dos sites que encontrei, sairá ainda este ano uma versão DVD triplo com a versão original, a Director's cut e uma versão consolidada.
Podia ficar agora a escrever sem parar.........

2:41 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit