domingo, janeiro 30, 2005

5786 NL 33

Pois é, a inspiração advém das mais inesperadas fontes, como gotas de chuva que nos caiem em cima e que por muito que possa acontecer em locais diferentes, o resultado é sempre o mesmo - Ficamos molhados.

Na altura em que os eventos se passam (1998) eu morava em Bordéus, estava na segunda fase da dupla-licenciatura e vivia com a Maria.Um belo dia fartamos-nos dos autocarros para ir para a E.S.C. Bordeaux e do TGV de cada vez que iamos a Paris ver a minha irmã Lili... resolvemos comprar um carro:A guita que tinhamos disponivel para tal investimento era escassa mas mesmo assim, estudante é louco e determinado, por isso começamos a procurar...Eventualmente, ao fim de umas semanas, encontramos num stand de usados em Nanterre (Norte de Paris, no 92) um carro ideal: Poucos quilometros (42.000), Barato (45.000FF na altura, sendo 1€ = 6,65 FF), Preto, automático, cheio de Pinta-Brava e veloz.Neste carro fizemos mais de 100.000Kms juntos nos 3 anos que se seguiram (e desde que nos separamos eu espetei-lhe com mais 50.000).Das muitas viagens que fizemos algumas ficaram gravadas na minha memória, verdadeiros momentos capazes ainda hoje de causar interferência, eis alguns momentos mitrados:Saimos do stand, entramos na A10 em direcção a Sul. Era de noite, ao passarmos na zona de Tours paramos numa estação de serviço, jantamos e antes de seguirmos viagem experimentamos o quanto eram reclinaveis os bancos... são reclinaveis o suficiente!

Depois seguiram-se multiplas viagens, que dum modo genérico foram assim.

Luxembourg - 5 ou 6 vezes

Holanda - 3 vezes

Paris - 30< vezes

Portugal - 2 vezes juntos (10< vezes Invisible solo)

Inglaterra - 18 Mêses na Universidade de Portsmouth (A Maria estava na Universidade original dela em Rotterdham)

Em Julho/Agosto de 98 fizemos a maior viagem que alguma vez fiz de carro:

Saimos de Bordéus, Lisboa (Expo 98), Algarve (Praia de Altura), Alicante (1 semana), Madrid, Bordéus (de passagem), Paris, Luxembourg, Amsterdam, Hamburg (Ferry para a Filandia = 36 horas), Mikili, Helsinkia, Saint-Petersbourg (suspenções novas), Helsinkia (Ferry de volta para a Alemanha), Hamburg, Berlin, Amsterdam (A Maria apanhou um avião de volta para Saint-Petersbourg e eu continuei para Sul), Bruxelas, Paris, Bordéus (Fechei a casa para o resto do Verão), Biarritz (Grande surfada numa paria onde davam à costa antigas munições da WWII), San Sebastian, Bilbao (perdi-me no País Basco), Santiago de Compostela, Braga, Porto, Lisboa! 25.000 Kms em 6 semanas!!!

Em Maio de 99 fomos e voltamos a Venesa passar os anos da Maria (fiz duas directas seguidas a conduzir, não repito a façanha!), os pontos altos foram os camionistas a passarem-se com a Maria a apanhar Sol em Topless no carro e quando o talão da portagem voou pelo tecto de abrir. Se contasse pormenores desta viagem o post não acabava.

Durante os 18 mêses em Inglaterra fiz 30.000 Kms a... Entregar pizzas! Sim, isto de ir estudar para fora não é nada barato!

Tudo isto (e muito mais) se passou neste automovel.


O verdadeiro InvisibleMobile.

Está parado à porta de minha casa há 6 mêses (mentira, há quase 1 ano). Em 2001 eu e a Maria separamos-nos e eu comprei a metade dela do Carro, mas só o fui buscar a França um ano depois de já estar de volta em portugal.Sei que não o vou deixar morrer ali, a inspecção só é válida até Abril, vou ter que o levar um Fim-de-semana a frança para refazer a inspecção e regularizar a minha situação (do ponto de vista dos franceses eu ainda moro lá) para depois passar a imatriculação para Portugal... Mas neste momento não tenho disponibilidade para me ocupar dele...

É que agora tenho um novo amor, não me canso de falar dele...



...e o título do post seria

21-44-JM

.

PS: Estou-me a passar com o erro sistemático que isto está a dar no URL das fotos!!!



0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit