sábado, janeiro 10, 2009

Com a banana no frango

Aqui há dias lembrei-me de uma receita da minha famosa culinária experimental (!?) dos tempos de estudante. Resolvi fazer-lhe um upgrade e sistematiza-la. -Use at your own risk!


Frango no forno recheado com banana
Acompanha com arroz branco e salada de cenouralho (copyright na salada)
Receita para 4 pessoas civilizadas ou para 2 alarves

Ingredientes:

1 Frango grande inteiro (s/ miúdos)

Recheio:

100 a 150 grs de carne de peito de frango picada (carne de vaca também serve)
Miolo de pão q.b.
20 a 30 grs de frutos sêcos à escolha (sugiro pinhões)
6 a 8 Figos sêcos (ameixas sêcas também servem)
1o a 15 cl de natas
3 bananas
1 colher de sopa de flocos de puré de batata instantâneo
1 ovo

Cobertura:

1 cálice de vinho Moscatel (ou vinho do Porto)
1 colher de sopa bem cheia de açucar amarelo (mascavado também serve)
1 lima (limão também serve)

Salada:

3 ou 4 cenouras
2 dentes de alho
1 colher de maionese

Preparação:

Recheio

Num recipiente misturar a carne picada, o miolo de pão (convém estar cortado pequeno), as natas e as bananas.
Deve ficar uma argamassa relativamente consistente.
Corrigir a espessura com os flocos de puré de batata ou com natas.
Juntar os figos cortados em quartos e os frutos sêcos (que ficam mais tenros se forem previamente cozidos em água).

Misturar tudo muito bem (com as mãos que é uma optima terapia).

Encher completamente o frango com o recheio (mas sem escadeirar o animal) e tapar-lhe o dito com o ovo.

Colocar num tabuleiro de bordas altas com um fundo de azeite no fundo (evitar óleo ou margarina). O excesso de recheio, se houver, poderá ser colocado em volta do frango.

Colocar no forno préviamente aquecido a meio gás. Leva mais ou menos 30 minutos. Não convém ter o lume muito alto para não assar por fora sem ter tempo de assar por dentro.

Enquanto o frango está no forno há tempo para preparar uma salada simples e vistosa e o molho de cobertura.

Molho de corbertura:

Fazer um xarope com o açucar amarelo, o vinho moscatel e o sumo da lima.

Salada de cenouralho:

Ralar as cenouras em ponto grosso (guardar meia cenoura por ralar)
Ralar os 2 dente de alho em ponto fino.
Ralar a meia cenoura em ponto fino para aproveitar o alho que ficou agarrado ao ralador e para facilitar a lavagem do mesmo.

Misturar tudo numa generosa colher de sopa de maionese. Parece pouco, mas 1 colher apenas é suficiente, misturar muuuito bem com uma colher.

Cozer o arroz, com pimenta a gosto, mas com muito pouco sal para não se perder o verdadeiro gosto da comida (nada de knorr ou trapalhadas desse género)

Servir à mesa numa travessa, o frango rodeado com o arroz e decorado com rodelas do ovo que entretanto cozeu.

Servir a salada numa tijela à parte (serve cerca de 8 a 10 colheres)

Aquecer o molho de cobertura em banho maria (aka: microondas) e regar abundantemente o frango.

Acompanha com um vinho branco frutado e floral, para variar (Sugiro um Arinto de Bucelas).

Bom apetite.

3 passageiros clandestinos:

Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

Acho que o branco tá aí a mais... :)
Devias ter escrito (tinto também serve ou uma loira gelada).
Tenho de experimentar isso.

7:46 PM  
Anonymous Deusa chamou a hospedeira e disse:

Já tinha ouvido falar desses dotes de culinária. Muito bem.

4:17 PM  
Blogger Sopa de Letras chamou a hospedeira e disse:

ó smoo eu levo a sobremesa boa ? mas sem ser de colher.... uma torta ???? de laranja parece-te bem ?

9:30 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit