sábado, novembro 04, 2006

Heinz - Tomato Ketchup

Falou-se da gaffe de John Kerry na semana passada. Ao discursar numa escola americana, o Senador Democrata e ex- candidato à presidência dos EUA, tentando imprimir aos estudantes uma noção da importância do estudo académico, aludiu às consequências da falta de estudos, fazendo uma analogia implícita à Guerra do Iraque.
Triste na sua eloquência, a mensagem que passou, inadevertidamente, foi a de que o Senador estaria a chamar burros aos militares americanos.
Embora isso até tenha um fundo de verdade, o que John Kerry queria realmente dizer, de forma subentendida, era que se os alunos não estudassem ficariam burros (e por serem burros elegeriam outros burros como George Bush) e consequentemente ficariam “atolados” no Iraque.
Ninguém percebeu, e os Republicanos não se escuzaram de explorar essa gaffe.
Eu tiro o chapéu ao Senador John Kerry, é que se há alguém a quem ele estava a chamar burro (para além de Bush) era ao eleitorado americano que elegeu o presidente Bush, esses sim os verdadeiros burros!

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit