segunda-feira, janeiro 16, 2006

O Estigma de Nuestros Hermanos

Por acaso sou licenciado, não tenho uma mas sim duas licenciaturas, ambas tiradas em Universidades estrangeiras. Para substanciar os meus estudos superiores defendi em 2001 uma tese centrada sobre "As implicações socio-economicas do alargamento da União Europeia". Porteriormente e já em Portugal, equipei-me de uma pós-graduação e acumulei um percurso profissional de fazer inveja a muita boa gente.
Isto dito, numa altura em que falar proeminentemente de economia parece ser tão determinante para se ter argumentos de esgrima que justifiquem candidaturas à Presidência de Republica das nossas bananas, a minha condição de eleitor e a minha consciência politica não me deixam fazer orelhas moucas.
Mas, eu não sou licenciado em Economia... Serei por acaso Burro?
Senão vejamos:
Passo por cima dos atropelos demagógicos das várias campanhas politicas e concentro-me no que consigo discernir para escolher o meu voto. Para que não restem duvidas o meu voto é para Portugal.
Recentemente numa entrevista na TV, um proeminente economista/candidato a PR de que "não me lembro o nome" deixou escapar um termo de comparação economicista entre Portugal e Espanha, como Portugal estando atrás do pais vizinho.
Estou farto de ver este erro crasso escarrapachado no mal direccionado espirito de tuga que nos assola a todos.
Falamos de economia certo?
Há 3 factores economicos determinantes, que ditam por uma lado o desenvolvimento economico de Espanha e por outro lado o atrofiamento da economia nacional:
1 - Energia Nuclear
2 - Industria Automovel
3 - Industria do Armamento
A Espanha desenvolveu essas 3 industrias, Portugal não tem nenhuma.
Comparemos por isso o que é comparavel.
A economia Portuguesa num universo de União Europeia pode ser comparada a uma Irlanda, a uma Hungria ou a uma grécia. Nunca a uma Espanha.
Os 3 factores economicos geradores de PIB que enumerei podem servir para ilustrar outros sucessos economicos de paises não produtores de petroleo como a França ou a Alemanha, ou ainda Israel, Coreia do Sul ou Nova Zelandia.
Tenho dito!

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit