terça-feira, dezembro 21, 2004

Lisboa está acordada

É incrivel como o tempo e o espaço se fundem no curto periodo de um dia... duas realidades distintas e para variar, um elemento comum: Eu!

Cheguei a Lisboa à hora certa, meia-noite em ponto, se tivesse planeado não teria conseguido!

Lisboa esperou por mim acordada, de luz acesa, vestida de noite e cheia de Rio Tejo a desfilar para quem o quizer ver. Uma árvore de natal desproporcionalmente manhosa mas perfeitamente integrada junto à montruosidade que é o CCB (credo, como é feinho o CCB) estragou a minha passagem pela marginal... mas pouco me importei... Chegado mais a este lado espreitei pela janela e ele lá estava, escuro, imenso, grandioso... O Mar.

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit