sábado, setembro 24, 2011

Junho 2009 - That was what you were -

Neste dia, um dos primeiros de Junho, em 2009, dia nubelado, a meia distância numa viagem de mota que durou dois dias entre Lisboa e Trás os Montes, após uma noite pouco dormida mas muito bem passada num quarto de hotel, passei também uma tarde animada de onde guardo uma boa recordação num bar de Praia, em Esmoriz... Lembro-me de pouco da conversa, mas lembro-me que gosto de conversar daquela maneira, à desgarrada, livre e sem contador. Estava encantado com a novidade, com os descobrir mútuos, e embriagado com tudo em meu redor, e com tudo à minha frente, com o desejo, com o Norte e com o Mar e com a música que me embalou na conversa que podia ter durado para sempre... Lembro-me que ao fim de um bom par de horas, quando fui pagar a conta, pedi ao empregado o nome do CD que tinha estado a passar, e escrevi o nome do que era num guardanapo de papel que guardei num bolso e que nunca mais vi...
Passaram mais de 2 anos
...ontem, no mais improvavel local, encontrei esse papel, fragmento de um passado para o qual agora, embora me faça ainda alguma confusão olhar e até me cause algum constrangimento lembrar, não deixa de fazer parte de mim, e a memória selectiva começa a entrar assim em acção, seleccionando memórias umas das outras, talvez para minha auto-protecção, quem sabe... Sempre foi assim.
A banda sonora desse dia foi uma compilação de Jazz de Nicola Conti, de 2004, de onde escolhi esta malha que me dá vontade de afastar os moveis e dançar na sala!


0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit