quarta-feira, setembro 02, 2009

Construcções na areia


Recomeça....
Se puderes
Sem angústia
E sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado,
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura Onde, com lucidez, te reconheças...


Miguel Torga

3 passageiros clandestinos:

Blogger nina chamou a hospedeira e disse:

O melhor poema de Miguel Torga (a meu ver e o meu preferido).Concordo inteiramente com ele. Mais vale o tudo (ou não ter nada) do que meias metades!

11:10 PM  
Anonymous Dark Moon chamou a hospedeira e disse:

Bem verdade.
O Miguel é que sabe!!!
Recomeçar sempre, uma e mais uma e ourta vez...

Beijinhos,
Dark Moon

10:50 AM  
Blogger amor de uma mae chamou a hospedeira e disse:

melhor atirar de cabeça e por vezes a partir
do que ficar só pela vontade de fazer
beijinhos e fica bem

12:04 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit