quinta-feira, julho 02, 2009

C'a murça na brasa

...e então, depois de me arrancarem a ferros o local onde estou neste exacto momento, perguntam-me se conheço a história da Porca-de-Murça... Sim, conheço, incluindo algumas versões mais ou menos pagãs que o tempo tem acrescentado ao romance quase antropologico da lenda da Porca-de-Murça... Sim, conheço a história, mas respondo apenas com o link do primeiro resultado que o google me deu, e um beijo e um queijo e até ao meu regresso. Desliguei o messenger, tenho cada vez menos paxôrra para o messenger (mas porque raio trouxe eu o PC?)
...e enquanto a sombra cobre enfim o largo do centro e a estátua da Porca-de-Murça, este fim de tarde quente e sossegado atira-me para os limites da serenidade. Tenho o que mereço.
...e quando contemplo a imagem da porca de pedra que tenho à frente, penso que só me apetece mostra-la à febra que está quase a chegar...

3 passageiros clandestinos:

Blogger Henrique Mário Soares chamou a hospedeira e disse:

E que a "febra" se junte à "brasa" Boa estadia por essa linda região.
Um abraço.

10:01 PM  
Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

"porca" (mesmo que de pedra) e "febra" na mesma frase... Não sei, mas se isso fosse comigo, de certeza que te dava cabo do coirato...
:D

Beijo

11:32 PM  
Blogger Iris R. Costa Barroso chamou a hospedeira e disse:

E eu sem saber quando é que vou conseguir ter as minhas férias...

Fica bem e descansa, com febras, cervejas (apesar de preferir o vinho)e tudo aquilo a que tens direito.

Boas férias!

4:19 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit