domingo, janeiro 25, 2009

Cabeça manda, coração obedece, corpo sujeita-se

Sempre acordei cedo, mesmo ao Domingo. Hoje despertei de um sônho que já não me consigo lembrar... é pena, porque raramente sônho e gostava de saber com o que é que sônho. Como ontem adormeci com os óculos postos agora não os encontro perdidos na cama e não consigo ver as horas... Pela janela a claridade é inequivoca, não está um dia de Sol mas também não está a chover, talvêz vá à "missa" no Cabo da Roca, até porque já não ando de mota há mais de uma semana e gostava de encontrar um motard meu amigo que é assíduo do Cabo da Roca aos Domingos de manhã. Tomei um duche rápido, vesti-me a preceito mas sem me barbear (é que dá trabalho andar a acertar a barba todos os dias) e só depois saí do quarto. A casa está deserta. Na cozinha engoli uma banana e um yogurt liquido e perdi 5 minutos a procurar o capacete antes de me lembrar que o deixei na garagem da última vez que andei de mota. O óculos devem ter caido para trás da cama, quando voltar para almoçar procuro-os. Já na rua dirigi-me à Pastelaria para tomar café, rápido, ao balcão. Entrei calado. A empregada meteu-se com o meu carro novo mal estacionado e com uma roda em cima do passeio.
-Então Dr., aquele é mais difícil de estacionar...
-Mais ou menos.
-Se calhar a noite também não ajudou...
-É, foi um bocado das duas coisas.

Bebi o café e comi um pastel de nata. Paguei e enquanto esperava pelo troco entrou um senhor que cumprimentou outro senhor com um afável "Boa tarde" e que estendeu largas cortesias de simpatia às empregadas de balcão...
(-Boa tarde???)
Procurei um relógio nas paredes do establecimento... 14:47h. "Ó menina, aquele relógio está certo?" perguntei à empregada sem esperar pela resposta, e saí para a rua. Bolas, já são quase 3 da tarde, pensei que ainda era de manhã, ainda por cima está a começar a chover. Voltei para casa, troquei de roupa, e resolvi ir ver se havia ondas, afinal tenho um carro novo e a prancha para variar cabe lá dentro!
Encontrei os óculos escondidos entre o colchão e a cama, e confirmei as horas: 3 da tarde!
Dei comigo a rir-me de um pensamento que me ocorreu por me ter levantado tão tarde:
Sabe bem ter 18 anos, e eu há 20 que não me lembro o que isso é.
Fui ver o mar.

3 passageiros clandestinos:

Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

Grande noitada!
Há 20 anos fazíamo-lo todas as noites, agora...

5:52 PM  
Blogger Sopa de Letras chamou a hospedeira e disse:

é noite sim , noite não ???lol lol

8:21 PM  
Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

Não Sopinha... Noite sim, noite não era há 10 anos... :D

2:40 AM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit