quinta-feira, setembro 15, 2005

Fala com o Paco

"Parece que se está a respirar por uma palhinha".
Era assim que eu costumava descrever as minhas crises de asma... Ao longo dos anos habituei-me a viver assim, desde ir de charola para o hospital de cascais para tratamentos de inaloterapia (oxigénio!) e receber shots de cortisona, a usar e abusar o inalador Ventilan com os efeitos secundários de dilatação do músculo cardíaco.
Nas últimas semanas tenho sentido os efeitos somaticos de uma ansiedade crescente. muitas coisas ao mesmo tempo, muitas preocupações, muitas aflições, muitos medos e de repente a tal palhinha parece que tem uma ervilha entalada no meio. O pânico instala-se.
Não gosto de tomar remédios, mas isto é novo para mim por isso aceitei tomar o anti-inflamatorio não corticoide, o complemento vitaminico e o relaxante muscular.
Mas recusei categóricamente tomar o ansiolitico, nem Xanax nem genérico, népia, grupo, nem pensar nisso!
Ontem estava a conversar com um amigo de infância e comentei que sentia o músculo diafragma a relaxar quando conversava, logo sentia-me a respirar melhor se estivesse a falar...
Ele, céptico como eu de tudo sobre o que não se possa ter controlo, ouviu-me e comentou no fim:
"Falar? Fala com o Paco!"

NOTA: "Paco" (Francisco em Espanhol) era a minha alcunha quando era puto...

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit