quarta-feira, março 09, 2005

3 em 1

1) Nos últimos dias adicionei novos blogs à lista de blogs linkados aqui nas interferências, nomeadamente este, este e este. Todos eles farão parte das visitas diárias, aumentando exponencialmente o tempo que “perco” diariamente a ver blogs e diminuindo substancialmente a minha performance laboral…

2) Talvez não tenha passado despercebida uma caixinha giríssima chamada LYRICS SEARCH, que também está na coluna do lado direito, e que como o nome indica, serve para se pesquisar letras de músicas (Que são uma belíssima fonte de interferências sensitivas) na net. Inspirado por este Blog lembrei-me de uma letra de uma música que se enquadra perfeitamente na temática desse mesmo blog. Convido quem queira a fazer a seguinte pesquisa e considerar o resultado como sendo um post feito por mim.
É só escrever o nome da música em questão: FAMILY BUSINESS, seleccionar a opção TITLE e clicar em SEARCH. Aparece uma caixinha de diálogo com várias opções de letras de músicas chamadas Family Business por vários artistas, a primeira é do Fish, é essa a que me refiro, é só clicar no link que a letra aparece integralmente. (Quem é o Fish?) O Fish é o ex-vocalista dos Marillion (Kayleigh, Lavender, etc…) que desde 1987 seguiu uma carreira a solo e que eu terei o prazer de ir ver a Barcelona em Junho. A letra dessa música em particular fala da temática da Violência Doméstica do ponto de vista de um Vizinho (daí a ligação ao tal blog que linkei.). Enjoy!

3) Ando há 3 dias com a mesma roupa vestida, ainda por cima de jeans e blusão de cabedal em vez de fato e gravata, mas sabe bem assim, com o cheiro da noite que não é devassa, com um cheiro que não é meu mas que me completa, com a barba por fazer e com um sorriso tatuado nos lábios e outro muito mais bonito que o meu tatuado na memória. Tenho um sapato manchado de café e uma nódoa nas calças, o gel do cabelo não esconde a falta de champô mas realça as ondinhas que adivinham caracóis e que suscitam outros sorrisos em quem me vê a entrar no escritório às 10:30h a assobiar um jingle qualquer e a rodar o porta-chaves nos dedos. Este meu novo gabinete não tem janela para o exterior mas aposto que está um Sol radiante lá fora!

1 passageiros clandestinos:

Anonymous Invisible chamou a hospedeira e disse:

Não sei o que quer dizer "Adenda" por isso não vou usar essa palavra... Em complemento do deste Post, estive a re-ler a letra da música do Fish (Family Business) e quero acrescentar que a letra roça subtilmente a questão do incesto, do abandono do lar e do Amor maternal. Lembrei-me de postar isto ontem mas não tive tempo, considere-se que o fiz no Dia Internacional da Mulher.

12:28 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit