terça-feira, novembro 29, 2005

Os Crós e os Prontas

Começa a ser recorrente eu fazer um comentário à terça sobre os debates que vejo à segunda-feira no canal 1 da RTP...
Desta feita foi o novo aeroporto a construir na Ota... De um lado da sala os OTÁrios, do outro os OTAntes, e a assistir os comediantes do costume, o público Português. Assim, tivemos um algo castrado ministro Mário Lino, hermeticamente fechado nos argumentos que "os estudos" demonstram para a construcção de um segundo aeroporto em Lisboa e para a escolha do local. Deixou a desejar...
Também falou um Engenheiro qualquer, perito em transportes, que elencou inúmeros riscos inerentes ao projecto de que mais ninguém se tinha ainda apercebido e que seguramente fez levantar algumas sobrancelhas (as minhas pelo menos levantaram de espanto). Foi muito gratificante ouvir falar o Administrador da TAP, Eng. Fernando Pinto, a linguagem corrente (e o sotaque de além mar) são instrumentos de ouro para explicar o bê-á-bá a proeminentes que parecem burros a olhar para palácios.
Nota algo negativa nas intervenções de Carmona Rodrigues pois pelo meio dos argumentos que apresentou (muitos deles válidos) para defender a sua posição não perdeu nenhuma oportunidade para espetar farpas no actual governo, o que não tinha cabimento no âmbito do debate. Por fim Ludgero Marques, mais uma vez a espelhar Portugal no seu melhor, teve uma oportunidade de defender na TV os alegados interesses de "tantos" cidadãos mas isso não foi mais do que dar pérolas a porcos, pois não deu uma para a caixa, a ponto da Fátinha o ter pura e simplesmente "esquecido" do debate.
Que venha então o tão aclamado aeroporto, que a gente paga... A gente acaba sempre por pagar tudo. É que entre ter que pagar por não ter um aeroporto novo e pagar por um aeroporto novo. Prefiro pagar, e ver um aeroporto novo na Ota, em Rio frio, ou em Barrancos!

0 passageiros clandestinos:

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit