quarta-feira, novembro 30, 2011

Getting the big guns out

A antecipação da estrada sempre me fez libertar copiosas doses de adrenalina...
...e enquanto a Virago se prepara para arrancar alcatrão mais uma vez, mais uma volta, mais uma viagem, na minha cabeça fervilha um acumulado de pensamentos e questões dormentes. -Será que vai chover? Será que desta vez vou conseguir passar por Novembro incólume? Será que há ondas? Será que o fato de surf de Inverno ainda me serve? Será que alguém se apercebe da mudança de compasso na voz ao minuto 4’40” da música deste post? Será que também apreciam este tipo de coisas? Será que também reconhecem o sotaque Manchurian? Será que a minha amiga de 20 anos é um sinal da meia-idade? Será que a minha amiga de 40 vai conseguir aguentar este andamento? Será que tenho que escolher? Será que o Mel não me larga? Será uma ilusão? Será causa e efeito? Será reacção? Será que há uma diferença entre habituação e acomodação? Será que devia tornar a minha casa mais confortável? Será que consigo voltar a ser eficiente sem ser só eficaz? Será realmente assim tão importante para mim manter a minha palavra quando à minha volta mais ninguém o faz? Será que estou a perder qualidades? Será que devia não ter dado aquelas mobílias todas aos Mormons? Será que devo continuar a dar pérolas a porcos? Será que consigo evitar que a minha compaixão se transforme em pena? Será que assino a Procuração Forense? Será que já não consigo perdoar? Será que vale a pena?
...e pergunta-me uma estranha o que é que eu estou a fazer nesta terra... Será que preciso mesmo de lhe responder? Será que sei a resposta? Será que me esqueci da última frase?
Quando será que a ferida vai sarar...?




I'd call it a drastic measure but I'll open up one eye
I'm all evolved and fully grown, with three dimensions of my own
But hey Mr. Dog - Well I'm just an animal just like you
In a laser beam and a human being
With more fire than the belly of the sun

And inside this business of the gun, well I heard the aero-engines whine
Of a lucky soul and an afterlife and another chance for a darker life
And I pray, cause it don't take god long
to bless those feet that you're standing on
on a one way ride, a heaven vibe, upon wishes or demands
It's time to fly

And I'm suffering the absolute of black-handed days
Been serving with the boys and girls, all the secret rulers of the world
And dark day alive, well once again evil on the throne
Much blacker than the setting sun
I'm hung upon dark feathers
It's time to fly
But I'm hanging in there with intentions so high
That they're purer than air and what I've got on my mind
Is to be cruising on you -
to be full-on on you
to be swooping on you
to be airborne on you
To be carried along
On a current so strong
I'd be glowing from you

So go on and prove me wrong

3 passageiros clandestinos:

Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

Sinais de meia idade? Não existe tal coisa. Existiu a idade média... mas não tem nada a ver.
Nenhuma das tuas "dúvidas" são de facto dúvidas. Acho que sabes a resposta à maioria das questões que te colocas.
Reacção? Sim, estás e deves estar reactivo..
E lembra-te que tudo vale a pena, até os maus passos. São esses também que te ensinam e te impulsionam em frente.
És (somos todos) um estranho cocktail de (in)sucessos, causa/efeito, vítimas, enganos, pérolas a porcos ou magnificência...
Não corras mais atrás do que não te pertence; assim terás mais tempo para os teus planos.
Bjs

1:17 AM  
Blogger Piloto Automatico chamou a hospedeira e disse:

Parece-me que estamos em sintonia, R.
Esse acumular, saco que trazemos connosco, é algo a que me refiro frequentemente como "traquejo", "experiência" ou "costas largas", numa palavra, a nossa "essência", o que somos, como somos, como nos vemos (mais do que como nos vêem).
Quanto a correr atrás de não-sei-quê... Tiro ao lado. Não tenho necessidade de pertença e muito menos de posse, mas tu não poderias saber isso...
...mas eu acredito que tenho sido mais do que suficientemente transparente, e disse-o há largos meses num quarto escuro pela abstinência: "-Não me vês a correr atrás de ti".
(há que merecê-lo)
Nunca o fiz, nunca o farei!
Bjs
F

12:30 PM  
Blogger Piloto Automatico chamou a hospedeira e disse:

...Ah, e Novembro chegou enfim, pela madrugada!

12:31 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit