quinta-feira, dezembro 06, 2012

Open Space

Já não aguentava com a radiozeca local mal sintonizada. Levantei-me, atravessei a sala e desliguei o aparelho explicando em surdina e em género de desabafo que me estava a apetecer ouvir outra coisa...
Escolhi quase aleatoriamente da minha memória musical algo que fosse inóquo e que em 2 ou 3 clicks coloquei a tocar no youtube, em som ligeiramente mais baixo que o radiozeco costuma tocar.
O burburinho tradicional de um open space onde predominem mulheres abrandou e fez-se um quase silêncio para se conseguir ouvir o que eu tinha colocado a tocar...
Sei que corri o risco de recolher estranhos olhares, como foi o caso há umas semanas em que estive a ouvir Iggy Pop a tarde inteira. Mas não, desenvolvi já alguma empatia com estas pessoas, incidentalmente sob minha responsabilidade, com quem passo os dias; Empatia suficiente para partilhar coisas destas, coisas que aparentemente só para mim são importantes, e tolerantemente - leia-se reciprocamente - absorver o que porventura queiram partilhar comigo também.
Conforme o album avançava nos speakers observei as cabeças por trás dos monitores a embalarem com a suavidade da música. Foi fixe.
De qualquer forma este "Avalon" é um dos albuns da minha vida, e os Roxy Music são meus velhos conhecidos. Alheei-me do ambiente e afundei no orçamento gigante que estou a preparar desde manhã...


1 passageiros clandestinos:

Blogger Smootha chamou a hospedeira e disse:

Que bom é ler-te de novo.
Beijo grande. Daqueles.

11:20 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit