quinta-feira, setembro 16, 2010

Recorrências e incidências

Costumo andar a passear, seja na rua, no escritório ou em casa, quando estou ao telefone, faço verdadeiras maratonas, sou inclusivé reconhecido por tal.
Hoje, ao bater com o relógio caríssimo na esquina da pedra de granito da bancada da cozinha e arranhar o vidro não me chateou muito, porque eu aceito que os acidentes acontecem. Por isso passei-lhe apenas a mão por cima do vidro (e constatei o risco) e continuei a falar ao telefone e na mesma a passarinhar pela casa...
O grave é que na passagem seguinte, vindo da incursão pelos quartos e da chicane entre o sofá e a mesa da sala, ao entrar na cozinha outra vez fui bater com o relógio na mesma esquina pela segunda vez, e fiz mais um risco no vidro!
Fez-me lembrar aqui há uns anos quando parti o mesmo dedo do pé, na mesma rocha da praia, duas vezes no mesmo Verão!

3 passageiros clandestinos:

Anonymous Pec chamou a hospedeira e disse:

Isso é que é um azar pleonástico!

3:38 PM  
Blogger miguel dias chamou a hospedeira e disse:

Gostei muito do blog

Se não se importa aproveito para promover o meu recente blog onde exponho os meus desenhos www.thesearemydrawings.blogspot.com
vejam e comentem

obrigado

4:15 PM  
Blogger miguel dias chamou a hospedeira e disse:

ola
desde já obrigado pela dica. ando nestas andanças há muito pouco tempo e não sou muito entendido.
no teu blog gosto dos videos, aprecio muito as bandas que tambem gostas e gostei principalmente do anuncio censurado, muito bom

boa continuação do blog

6:32 PM  

Chamar a hospedeira para Postar um comentário

<< Regressar ao cockpit